Compartilhar para Conquistar.

Às vezes é imprescindível assumir o risco ao quebrar alguns paradigmas e seguir na contramão do senso comum a fim de superar adversidades e gerar mudanças com resultados concretos. Por isso reafirmo que é hora de Compartilhar para Conquistar.

Uma rápida pesquisa na internet e você encontrará a expressão Divide et impera ou Divide et Vinces como origens do latim para máxima Dividir para Conquistar. Uma estratégia conhecida desde a Antiguidade e descrita por Júlio César em seu livro De Bello Gallico (Guerra das Gálias). Na prática “consiste em ganhar o controle de um lugar através da fragmentação das maiores concentrações de poder” impedindo que “grupos menores se juntem” contra um poder tirano ou absolutista. Apesar de ser uma “ideia antiga” (rs) é fácil perceber sua prática nos dias de hoje.

Aprendemos a dividir para controlar. Assim despontam novas áreas com nomes da moda, etapas de processos pautados em métodos que parecem sofisticados demais (#SQN), além da estranha ideia que divide o trabalho entre “atividades fins” e aquelas ditas como “meio”. Este modelo de gestão, quando levado ao extremo, transforma o ambiente organizacional numa “colcha de retalhos” e reforça uma espécie de individualismo cego e profissionais que já não se conectam para colaborar.

Assim cresce a demanda por ações de integração nas organizações. Gestores solicitam cada dia mais “atividades motivacionais”, em espaços abertos (out door) de preferência, sempre com o objetivo de “fazer com que as pessoas se conheçam e aprendam a trabalhar juntas”. O que é bom, visto que quanto mais as pessoas se conhecem, mais despertam a empatia e melhoram as relações entre os indivíduos. Entretanto, é preciso ir além dos aspectos individuais, como a automotivação e o reconhecimento, para resgatar o potencial colaborativo com foco num propósito que gere novas perspectivas de futuro.

A divisão de projetos em pequenas atividades-chave tem papel importante nos modelos de gestão e produtividade, não dá para negar. Mas a essência do propósito da organização, traduzido em seu Planejamento Estratégico e na Proposta de Valor para o mercado, precisa ser compartilhada para que cada ação desempenhada por pessoas e equipes ganhe significado e inspire o engajamento.

Quando reservamos o conhecimento e a implementação do Planejamento Estratégico a um grupo reduzido de pessoas também tiramos o poder (domínio e autonomia) de equipes inteiras que dificilmente compreenderão o significado de suas atividades e resultados. Mais uma vez parecemos “dividir para conquistar”. Porém os resultados vêem sendo desastrosos.

A alternativa a este cenário requer a ação de compartilhar, sejam informações, desafios ou decisões. De maneira consciente e assertiva, é claro. Basta imaginar que o Planejamento Estratégico, objetivos e metas da organização, sejam eles definidos por um dono ou um grupo gerencial, caracterizam o que deve ser feito. Isso precisa ser “entregue” para aquelas pessoas que devem criar ou encontrar o como fazer.

A partir do momento em que as pessoas tomam consciência do desafio que lhes é confiado (“confiança” é uma palavra importante neste processo!) passam a criar cenários e perspectivas de futuro que são imprescindíveis para despertar o engajamento. Se adicionarmos a oportunidade delas desenvolverem ações para realização, partindo de seus talentos e competências, criamos um ambiente de colaboração efetivo o que promove o pertencimento do indivíduo em relação à equipe e organização.

Compartilhar para conquistar envolve dar às pessoas a chance de criar soluções com base em seus pontos fortes, experiências e até mesmo potenciais inexplorados. Empoderando-as, assim, para realizar ainda mais.

Acredito noutra máxima: “Dê às pessoas a oportunidade de dialogar, compartilhar e criar… e você perceberá que elas fazem bem mais parte da solução, do que do problema”.

E na sua organização, como são compartilhados os desafios para novas conquistas? Sua equipe compartilha um mesmo propósito ou luta cada um por si como gladiadores “matando um leão por dia”?

 

Rafael Giuliano,

compartilhando desafios e colaborando para novas conquistas, todos os dias.

Quer descobrir como compartilhar a essência do propósito da sua organização para conquistar ainda mais com colaboradores engajados? Então vem e falecom@Rideto.one!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *